O fim da vacinação contra febre aftosa deverá gerar bons resultados para os pecuaristas. A retirada da vacina faz parte do processo de reconhecimento do Estado como área livre de febre aftosa sem vacinação, status que vai contribuir para que produtos da pecuária alcancem mercados exigentes e remuneram melhor quem lida com o campo.

Pensando nisso, a Feira Paraná irá debater o assunto com lideranças e o Governo do Estado.

A programação do evento contará com a exposição de gados de corte e leite, Clube da Bezerra, julgamentos e leilões, que fazem parte da atividades dos bovinos que conta com 300 cabeças, alem de duzentos ovinos e trezentos e cinquenta cavalos que já estão confirmados.

A feira conta ainda com provas equestres de todas as modalidades, julgamentos do campeão supremo e leilões que acontecerão durante os 10 dias de exposição.